• Paula Lucena

O QUE SE PASSA NO CONSULTÓRIO PSICOLOGIA?

Atualizado: 12 de mai.

Entenda porque o consultório de psicologia é um ambiente seguro para lidar com questões emocionais e melhorar a saúde mental!


Atualmente, aumentou a procura por um consultório de psicologia e por atendimento psicoterápico online. Isso mostra que a saúde mental tem sido cada vez mais levada a sério. Além do mais, muitas pessoas estão buscando autoconhecimento, para resolver suas questões e melhorar seu relacionamento consigo mesmo e com outros indivíduos.


Descubra a seguir o que se passa na clínica de psicologia, em São Paulo, e quais os benefícios da psicoterapia!


consultório psicologia


O consultório de psicologia


Pode ser similar ao consultório médico, mas bem mais próximo à sala de estar de uma casa. Sem uma maca ou apetrechos para a investigação do corpo, o que há são poltronas nas quais os pacientes sentam para conversar, como também podem preferir o divã para deitar. A tradição de deitar veio de Freud, e permite entrar um pouco mais em contato com o inconsciente.


Além disso, no consultório oferece privacidade, pois a proposta é ser um lugar confortável e seguro .


Quem deve procurar um consultório de psicologia?


Não há restrições para procurar um consultório de psicologia e iniciar o atendimento terapêutico. Dessa forma, a psicoterapia é indicada para qualquer idade e pode auxiliar a observar e compreender comportamentos e emoções, que, anteriormente, eram ignorados ou mal interpretados.


Veja a seguir alguns dos principais motivos que levam alguém procurar um consultório de psicologia:


  • Tristeza recorrente

  • Problemas de ansiedade constante

  • Impasses no trabalho

  • Dificuldades familiares ou em relacionamentos amorosos

  • Traumas de infância

  • Vícios e atitudes negativas

  • Necessidade de autoconhecimento


Além de tudo, muitos outros motivos podem levar uma pessoa a buscar ajuda, portanto, independente da causa, não deixe de começar a psicoterapia e buscar pelo seu bem estar.



O que é psicoterapia?


A psicoterapia é, como o nome já diz, um método terapêutico que tem a intenção de tratar questões emocionais, a fim de melhorar a saúde mental e consequentemente a qualidade de vida como um todo.


Do grego, os termos psyché e therapeuein significam mente e cura, respectivamente. Nessa lógica, tem como objetivo trazer clareza sobre processos traumáticos, como também possibilitar a autonomia e consciência, para lidar com os desafios da vida e manter o bem estar.


Assim, o indivíduo passa a gerenciar melhor seus relacionamentos, vida pessoal e profissional. Por via de regra, a psicoterapia deve ser aplicada sem julgamento de valor, ou seja, o paciente precisa se sentir confortável para expor suas questões.


Da mesma maneira, o profissional não deve opinar de acordo com sua vida pessoal, mas, sim, levando em conta uma série de fatores, relacionados a sua linha teórica de atuação. Nesse sentido, tudo o que for apresentado pelo paciente é encarado como algo pertinente, visto que, dentro do consultório de psicologia, não existem questões que não são válidas de serem abordadas e analisadas.


Vale ressaltar que a psicoterapia não deve estar atrelada a doença, uma vez que todos possuem questões emocionais e psíquicas a serem examinadas.

Benefícios da psicoterapia

Confira a seguir alguns benefícios da psicoterapia, que podem ser percebidos a curto e longo prazo:


  • Autoconhecimento

  • Autocontrole

  • Bem estar

  • Novas perspectivas sobre si mesmo e o mundo a sua volta

  • Melhora autoestima

  • Melhora nos relacionamentos


Como é ser atendido por um psicólogo

Muitas pessoas ficam tensas na primeira consulta com o psicólogo, porém não há motivos para isso, afinal o profissional está ali para oferecer amparo e bem estar. Em primeira análise, o psicólogo vai fazer algumas perguntas, para compreender melhor como é a vida do paciente.


O psicólogo tenta entender o motivo principal pelo qual o indivíduo resolveu procurar por atendimento psicoterapêutico. Porém, não é preciso ter uma resposta na ponta da língua, já que com o andamento das sessões, fica mais fácil compreender os reais motivos pelos quais o paciente está ali.


Após esse primeiro contato, o psicólogo consegue estipular quantas sessões são necessárias por mês. Na maioria dos casos, é feita uma consulta por semana, mas isso pode variar, para mais ou para menos, de acordo com a demanda e estado de saúde mental do paciente e a forma de atuar do profissional.



Uma história do que se passou no primeiro consultório de psicanálise.


Dora foi uma de muitos pacientes que visitavam este consultório. Ela era uma jovem de 17 anos que vinha de uma família rica e morava com seus pais. Sua mãe era uma mulher viciada em limpeza. Já o pai de Dora era dono de uma fábrica.


A jovem começou a apresentar uma série de sintomas de histeria, diagnóstico usado na época. Após encontrar uma carta na qual Dora relatava não ter vontade de viver, seu pai a levou ao consultório de Psicanálise. Além disso, ela sofria de fadiga excessiva. Isso assustava seu pai e então Dora foi levada ao consultório de psicanálise do Dr. Freud


Durante a análise, Dora pouco a pouco foi ficando cada vez mais à vontade e confiando em seu médico se permitiu cada vez mais falar sobre coisas que nunca tinha dito à ninguém. Era naquele consultório com a presença de Freud que ela se sentia segura para ser franca e sincera sobre as coisas que viveu e sobre os seus sentimentos.


Era uma história complicada para a época. Dora tinha um pai infiel e ainda moça tinha sido assediada por um amigo da família. Contar isso para a mãe? Teria sido algo desastroso. Talvez além de não acreditar nela, Dora poderia destruir sua família.


Mas dentro daquele consultório não. Lá ela podia dizer tudo, e aquilo era um alívio.


Depois de um tempo em tratamento se deu alta e a última notícia de que Freud teve dela é que havia se casado e vivia bem.



35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo