top of page

Alguns SONHOS PODEM SER SINAL DE DEPRESSÃO, dizem estudos.

Atualizado: 31 de jul. de 2023

Como psicóloga posso dizer que há sonhos que podem ser lidos como sinais de depressão. A depressão é um transtorno que dá nome ao que milhões de pessoas em todo o mundo experimentam hoje em dia.


Além dos sintomas emocionais, psíquicos e cognitivos característicos, como tristeza persistente, perda de interesse e baixa autoestima, a depressão também modifica o sono e também os temas e as formas dos nossos sonhos.


Neste artigo, exploraremos o que há de específico nos sonhos das pessoas com depressão, com base na psicologia e estudos recentes.


Uma mulher deprimida


Um sonho pode ser um sinal de depressão?


Sim, embora um sonho isolado não seja necessariamente um sinal direto de depressão. Os sonhos podem refletir e indicar estados emocionais, incluindo a depressão. Sonhos com temáticas negativas, tristes, angustiantes ou que envolvem sensações de desespero podem ser indícios de uma possível depressão.



O que há de específico nos sonhos da pessoa com depressão?


Observo que pacientes com depressão frequentemente relatam sonhos mais intensos e muitas vezes carregados de conteúdo emocional negativo. Esses sonhos podem refletir as vivências internas que as pessoas experimentam na depressão, como por exemplo os sentimentos de tristeza, solidão, desesperança e desamparo.


Segundo o estudo publicado no The Canadian Journal of Psychiatry "os resultados confirmaram que tanto os pacientes suicidas quanto os violentos têm mais conteúdo de morte e violência destrutiva em seus sonhos, mas isso ocorreu em função da gravidade da depressão e de certos traços de caráter, como impulsividade, em vez de ser específico do comportamento em si. O conteúdo do sonho é contínuo e provavelmente reflete o estado de vigília no caso dos depressivos".


O quadro Guernica como metáfora para a depressão
O quadro "Guernica"de Pablo Picasso retrata de uma forma visual a depressão e o sofrimento. Talvez a depressão possa ser comparada ao sentimento vivido após a guerra acabar, onde existem mortos, feridos e destruição.


Há também um estudo sobre sonhos masoquistas e sua incidência em pessoas deprimidas. Curiosamente, os sonhos masoquistas da amostra não deprimida foram igualmente distribuídos durante a noite, enquanto os indivíduos deprimidos tendem a relatar sonhos masoquistas mais perto da manhã.


Esse padrão hipotético sugere que os sonhos masoquistas podem ser um sinal depressão, pois sua ocorrência perto do final da noite afeta o humor matinal com resíduos negativos deste tipo de sonho.


Então podemos dizer que o que há de especifico nos sonhos das pessoas com transtorno depressivo são os conteúdos negativos, similares às sensações experimentadas na depressão.


Além disso estes sonhos em particular costumam ser sonhados pela pessoa deprimida pouco antes do momento de despertar, o que faz com que ela leve este sentimento para sua vida desperta, reforçando ainda mais os sintomas da depressão.


Tipos de sonho que podem ser sinais de depressão

Uma mulher deprimida

1. Em branco e preto ou quase sem cor.

2. Com enredo estagnado, lento, vagaroso.

2. Enredos recorrentes sobre morte ou suicídio.

3. Imagens recorrentes sobre violência ou masoquismo.

4. Os que provocam ansiedade ou medo da punição.

4. Os que tem elementos como chuva forte, nuvens escuras ou lugares grotescos.

5. Os que provocam um sentimentos de inadequação, não suficiência, desamparo e fracasso.

8. Os que envolvem tramas sobre culpa ou remorso.

9. Geralmente não são sonhos que nos acordam assustados em sobressalto, mas talvez horrorizados.

10. A vivência das emoções no sonho podem não ser tão intensa, mas seu conteúdo pode ter impacto nas nossas emoções depois de acordados.


11. A estética do sonho não tem um apelo favorável. Muitas vezes não há harmonia nas formas e cores.

É importante lembrar que ter sonhos que apresentam esses elementos não significa necessariamente que a pessoa está deprimida. No entanto, se esses tipos de sonhos são frequentes e perturbadores, pode ser útil falar com um profissional de saúde mental para avaliar se há alguma questão subjacente que precisa ser abordada.



Comece terapia agora


Exemplos de sonhos em pessoas deprimidas


1. Sonhar com água suja

estética de um sonho com água suja

A agua suja faz lembrar que o algo tão importante para nossa sobrevivência está degradado, de modo que se ingerido pode fazer mal à saúde.


A fonte de vitalidade está "estragada", por assim dizer.


Com água suja o cuidado com o corpo se torna ineficaz, torto, incorreto.


Aquilo que tem o potencial de limpar acaba sujando.


Estas características da água suja faz alusão aos sentimentos vividos na depressão, é comum o relato de se sentir repulsivo, deplorável, danificado e doente.



2. Sonhar com cemitério

Estética de um sonho com cemitério

O local pode ser associado à tristeza, solidão e desesperança.


Para algumas pessoas, visitar um cemitério pode evocar uma sensação de melancolia e lembranças dolorosas de alguma perda.


Pode também ser percebido como um lugar solitário e isolado, onde as pessoas enfrentam encontram seu fim e permanecem limitadas ao seu caixão.


Além disso sensação de estar cercado por túmulos e pela quietude da morte pode aumentar a sensação de isolamento e intensificar sentimentos de solidão e desamparo.



3. Sonhar com fezes

Estética do sonho com fezes

Podem ser o símbolo do algo que é indesejado, grotesco, nojento e repulsivo.


A pessoa que vive a depressão geralmente tem uma auto imagem ou percepção de si mesmo deteriorada.


Se enxerga como inadequado e sem valor, cuja presença ou contribuição parece insignificante ou indesejada.


Essa visão distorcida de si mesma pode ser influenciada pelos sentimentos de tristeza, desesperança e baixa autoestima associados à condição depressiva.



4. Sonhar com tiroteio

Estética de um sonho com tiroteio

A cena de um tiroteio pode ser vista como uma representação de caos, violência e desordem. Da mesma forma, a depressão é caracterizada por uma turbulência emocional interna, sentimentos intensos de tristeza, desesperança e angústia.


Ambas as situações podem evocar uma sensação de desamparo e ameaça.

Assim como um tiroteio pode causar uma sensação de perigo iminente e medo, a depressão pode criar uma atmosfera emocionalmente opressiva e uma sensação constante de ameaça à paz e ao bem-estar mental.


5. Sonhar com dente podre

Estética de um sonho com dentes podres

Um dente podre pode simbolizar o resultado de negligência, falta de cuidado ou condições subjacentes, a depressão pode ser influenciada por fatores como estresse crônico, trauma, desequilíbrios químicos ou outras condições emocionais.


Na depressão é comum a sensação de perda de funções e capacidades pessoais.


O dente vem na produção onírica como um representante de uma parte de nós, de uma ferramenta para a nossa sobrevivência, mas só que neste caso adoecido e danificado.




6. Sonhar com zumbi

Estética de um sonho com zumbi

Um zumbi pode simbolizar a sensação de vazio, apatia e falta de vitalidade que muitas vezes acompanham a depressão.


Assim como um zumbi está em um estado de letargia, sem emoções e sem motivação, uma pessoa deprimida pode sentir-se desprovida de energia, interesse e prazer nas atividades diárias.


Da mesma forma que um zumbi parece estar desconectado do mundo ao seu redor, a depressão pode fazer com que a pessoa se sinta isolada, distante e incapaz de se conectar emocionalmente com os outros.


A sensação de estar "preso" em um estado de inércia, sem perspectiva ou esperança, pode ser uma experiência comum tanto para um zumbi fictício quanto para alguém que vive com depressão


dicionário psicológico dos sonhos


O que é a depressão?


Ilustração sobre a depressão

A depressão é um transtorno mental complexo, caracterizado por uma variedade de sintomas emocionais, psíquicos e físicos.


Os padrões de sono perturbados são comuns em pacientes diagnosticados com depressão, sendo uma das áreas afetadas por essa condição. A relação entre sono e depressão envolve mecanismos neurobiológicos complexos, incluindo a regulação da serotonina.


A depressão é um transtorno mental comum que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Além dos indícios mencionados anteriormente, a depressão pode ser caracterizada por uma série de alterações emocionais, cognitivas e físicas.


Os padrões de sono são frequentemente afetados, com pacientes deprimidos relatando dificuldade para dormir, insônia ou excesso de sono. Essas alterações no sono estão intimamente ligadas à relação entre sono e depressão.



Faça terapia agora


Os critérios diagnósticos da depressão


A depressão maior é um tipo de depressão que se enquadra nos critérios diagnósticos do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5).


Esses critérios incluem a presença de pelo menos cinco sintomas durante um período mínimo de duas semanas, como humor deprimido, perda de interesse ou prazer em atividades que antes eram prazerosas, alterações no apetite ou peso, dificuldade para dormir ou excesso de sono, agitação ou lentidão psicomotora, fadiga ou perda de energia, sentimentos de culpa ou inutilidade, irritabilidade, perda de libido, dificuldade de concentração e ideação suicida.


Para um diagnóstico preciso conte com a ajuda de um profissional da psiquiatria.



A relação entre sono e depressão


Ilustração sobre o sono e a depressão

A relação entre sono e depressão é complexa e bidirecional.


A depressão pode causar alterações nos padrões de sono, como dificuldade para dormir e insônia ou então uma sonolência excessiva.


Ambos os casos são fatores que não contribuem para uma melhora no estado de humor.


Estudos indicam que pacientes deprimidos podem apresentar menor quantidade de sono REM (movimento rápido dos olhos) e uma maior latência para ele. Essas alterações podem levar à sonolência diurna e a um sono fragmentado, com despertares frequentes durante a noite.


Além disso, a diminuição da produção e da atividade da serotonina, neurotransmissor essencial para a regulação do sono e do humor, está associada à depressão. A serotonina desempenha um papel crucial na regulação do sono REM e na manutenção de um sono saudável.


Portanto, as alterações no sono observadas na depressão podem estar relacionadas a essa disfunção na produção de serotonina.

Essas mudanças nos padrões de sono podem contribuir para uma sonolência diurna excessiva e uma sensação de apatia.


Pacientes deprimidos podem apresentar dificuldade em se manterem alertas e concentrados durante o dia, prejudicando seu desempenho em atividades cotidianas. Além disso, a fragmentação do sono e os despertares frequentes durante a noite podem aumentar o estresse e os estressores emocionais, agravando ainda mais as manifestações depressivas.


Diante dessas evidências, é crucial considerar a avaliação dos padrões de sono em pacientes com depressão. Abordar os problemas de sono pode ser um aspecto importante do tratamento da depressão, pois o sono adequado desempenha um papel fundamental na saúde mental e no bem-estar geral.


A identificação de possíveis distúrbios do sono e a implementação de estratégias terapêuticas adequadas podem ser fundamentais para melhorar as manifestações depressivas e promover uma melhor qualidade de vida.



Tratamento da depressão e sono


O tratamento da depressão envolve abordagens multifacetadas, incluindo psicoterapia e, em certos casos, o uso de medicação antidepressiva.


Além de abordar as manifestações depressivos, é fundamental tratar também as alterações no sono. O restabelecimento de padrões de sono saudáveis pode contribuir significativamente para a melhoria dos sintomasdepressivos.



A fase REM nas pessoas que sofrem de depressão


A fase REM é uma parte essencial do ciclo do sono, caracterizada por movimentos rápidos dos olhos e atividade cerebral intensa.


Em indivíduos saudáveis, essa fase está associada a sonhos vívidos e uma oportunidade para processar emoções e memórias. No entanto, em pessoas deprimidas, a fase REM pode apresentar peculiaridades significativas.


Durante o sono REM, pacientes com depressão podem experimentar um aumento na frequência e intensidade dos sonhos depressivos. Esses sonhos podem envolver situações negativas, conflitos interpessoais, autorrecriminação e acentuar os sentimentos de tristeza e desesperança já presentes durante a vigília.


As alterações de sono observadas em pessoas deprimidas, como insônia ou distúrbios do sono, podem contribuir para a intensificação desses sonhos.


Pesquisas têm mostrado que a qualidade do sono afetada pela depressão pode estar relacionada a distúrbios do sono, como pesadelos frequentes.


A insônia, por exemplo, é um sintoma comum da depressão e pode impactar negativamente a fase REM do sono.


A interrupção dessa fase crucial pode resultar em uma experiência de sonho distorcida e contribuir para a persistência dos sintomas.


Além disso, é importante destacar que a análise clínica dos sonhos em pacientes com depressão pode fornecer informações valiosas para auxiliar no diagnóstico e tratamento.


Ao compartilhar os detalhes dos sonhos com um profissional de saúde mental, os pacientes podem auxiliar a identificar padrões emocionais e cognitivos, além de fornecer pistas sobre o impacto da depressão em suas vidas diárias.



Conclusão


Existem alguns tipos de sonhos que podem sugerir depressão. Pacientes depressos podem apresentar problemas de saúde emocionais e físicos concretos que podem ser retratados nos sonhos, ou então, um desgaste psíquico que pode aparecer como uma alegoria no conteúdo onírico.


Pessoas sem depressão costumam ter seus sonhos povoados com outros elementos e outras narrativas em que não há prevalência de elementos muito degradados muitas vezes durante a noite.


Os sonhos das pessoas com diferentes distúrbios como os transtornos de ansiedade, bipolaridade, etc., podem conter também elementos degradados, mas há outras particularidades em sua narrativa e nos sentimentos vividos. Por exemplo, o ansioso costuma sonhar com perseguições que não tem um motivo aparente.


Existem diversas imagens, histórias e sentimentos que o sonho de uma pessoa deprimida pode ter, não apenas estes que eu citei anteriormente. Se você quiser dividir seus sonhos, escreva nos comentários!



Procura por terapia online?


Fonte

Bears, M., Cartwright, R., & Mercer, P. (2000). Masochistic Dreams: A Gender-Related Diathesis for Depression Revisited. Dreaming.

Beşiroğlu, L., Agargun, M., & Inci, R. (2005). Nightmares and terminal insomnia in depressed patients with and without melancholic features. Psychiatry Research.

Firth, S., Blouin, J., Natarajan, C., & Blouin, A. (1986). A Comparison of the Manifest Content in Dreams of Suicidal, Depressed and Violent Patients. The Canadian Journal of Psychiatry.

217 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加

Psicóloga Bruna Lima

CRP 06/130409

Bruna Lima Psicóloga Clínica

Psicblima@gmail.com

+55 11 99411-3832

Bruna Lima é psicóloga clínica com mais de 5 estrelas no Google. Graduou-se em Psicologia pelo Centro Universitário FMU  e tem 10 anos de experiência em psicologia clínica.

Cadastrada E-psi, atende on-line a brasileiros expatriados há 10 anos.

Possui três especializações/certificações em psicanálise pelas instituições:

Bruna também é colunista no AllPopStuff e tem um canal no YouTube.

Com sua sólida formação, Bruna utiliza abordagens psicanalíticas personalizadas para ajudar cada paciente adulto.

Oferece atendimento online e presencial. Entre em contato para agendar.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Instagram
psicologa-bruna-lima.JPG
bottom of page